Alguns dos materiais mais indicados e usados para o chão de corredores

Solliciter un devis

Le numéro est incorrect. Merci de vérifier le code du pays, préfixe et numéro de téléphone.
En cliquant sur 'Envoyer', je confirme que j'ai lu le Politique de confidentialité et j'accepte que mes informations précédentes soient traitées pour répondre à ma demande.
Note : Vous pouvez révoquer votre consentement en envoyant un e-mail à privacy@homify.com

Alguns dos materiais mais indicados e usados para o chão de corredores

Sílvia Cardoso – homify Sílvia Cardoso – homify
Couloir, entrée, escaliers modernes par monovolume architecture design Moderne
Loading admin actions …

Os corredores são áreas de passagem, mas que nem por isso devem ser descuradas do ponto de vista da decoração e muito menos no que diz respeito aos revestimentos, designadamente para o chão. Pelo contrário, são espaços que requerem um revestimento durável que seja resistente ao desgaste provocado pelo uso que as pessoas lhes dão – e, em muitos casos, também os animais domésticos – e fáceis de limpar e de manter. 

Sendo o corredor a única área que separa as divisões da casa, o material para o chão deve ser pensado de forma a limitar a transmissão de som para as áreas que lhe são adjacentes. Ao mesmo tempo, jogar com os materiais pode ser uma excelente forma de criar um interior dinâmico e de quebrar a monotonia visual, visto que o piso do corredor não tem, necessariamente, que ser o mesmo que o dos quartos ou o da zona social.

Neste livro de ideias, partilhamos consigo algumas imagens de corredores e focamo-nos nos materiais utilizados para cobrir o chão. 

Tome nota.

1. Madeira

A madeira estará sempre entre os materiais mais populares para revestir o chão de uma casa. É bonita, pelo que acrescenta valor aos imóveis, é versátil, estando disponível em muitos tipos e a preços diferentes, e harmoniza-se com todos os estilos decorativos e arquitectónicos, do moderno ao rústico. Além do mais, é um material durável que se pode manter intacto ao longo de décadas. Há casas com mais de 100 anos que ainda têm o chão de madeira original. Porém, isto só acontece se o piso em madeira for bem mantido, o que implica uma limpeza cuidada e um tratamento contra riscos, térmitas, manchas, entre outras coisas. Se usar a madeira no corredor que serve a área dos quartos, sugerimos que coloque um tapete para minorar o ruído.

2. Mármore

Elogiado pela sua beleza, estilo e elegância, o mármore agraciou, durante séculos, os palácios de reis e de rainhas, tendo-se tornado uma opção luxuosa e sofisticada para os interiores. Quem procura elevar o aspecto de um espaço, tem no mármore uma excelente escolha. O material, tal como a madeira, está disponível em cores variadas, o que o torna flexível em termos de aplicação no contexto habitacional. Tratando-se de um produto extraído da natureza, não há duas peças iguais, o que significa que escolher mármore é escolher algo único. Por outro lado, é, por norma, caro e requer manutenção, pois pode-se danificar com riscos – difíceis de reparar -, manchas e humidade. Para além disso, é escorregadio, o que o torna pouco recomendável para casas com crianças pequenas e idosos. Não obstante as desvantagens, quando olhamos para a imagem acima, que nos mostra um corredor com o piso marmoreado, não conseguimos deixar de perceber por que é que muitos proprietários investem neste material.

3. Pedra

Na modelação 3D deste elegante corredor, adoramos ver o contraste entre as paredes – com uma superfície brilhante, um ornamento espelhado e sofisticados apliques – e o chão em pedra que se diferencia pelo ar rústico e o acabamento algo tosco e pelas peças cujas linhas surgem como que esborratadas. É, sem dúvida, um corredor no qual o olhar se demora e que ficaria especialmente bem logo à entrada para causar, nos convidados, um impacto inesquecível. Escusado será dizer que a pedra é extremamente resistente a riscos, embora se manche com alguma facilidade. Ainda assim, pode aconselhar-se junto do fabricante em relação aos possíveis tratamentos para o material que escolher. Poder-se-á, também, argumentar que é um material frio, o que é bom no Verão, mas indesejável no Inverno. Lembre-se, no entanto, que pode contornar este handicap com a colocação de piso radiante ou com a mera adição de um tapete.

4. Parquet

Voltamos à madeira, mas desta vez para lhe mostrar este sublime piso em parquet. Nas casas e nos prédios antigos, encontra-se com frequência este revestimento clássico que é, hoje em dia, cada vez mais valorizado e mantido pelos proprietários que, muitas vezes, o reparam para lhe devolver o aspecto original. Fazem-no porque lhe reconhecem a beleza e porque é inegável que este tipo de chão valoriza qualquer que seja a casa. Afinal de contas, é decorativo e enche-nos o olho com a sua sofisticação e disposição dinâmica sobre o chão. Não é, aliás, por acaso que a realeza e os aristocratas o escolhiam para as suas casas. Neste caso, o parquet foi disposto de modo a forma um padrão chevron, mas pode ser colocado de outras formas, das mais simples às mais rebuscadas.

5. Pavimento flutuante laminado

Numa abordagem mais moderna, temos este pavimento flutuante laminado que foi aplicado na suíte de um apartamento do Parque das Nações. Os laminados estão cada vez mais na moda pelo rendimento estético e mecânico que possuem. Podem ser colocados de origem ou sobre um piso existente, o que evita perdas de tempo e leva à poupança de mão-de-obra. Trata-se de um pavimento fácil de colocar e com características visuais e tácteis diversificadas, pelo que não terá dificuldade em encontrar o pavimento flutuante perfeito para a sua casa. É uma excelente escolha para espaços de alto tráfego como o corredor. Não é por acaso que é usado amiúde em contextos tão movimentados como os aeroportos ou os centros comerciais.

6. Com um acabamento inovador: époxi!

Casa XXS - perspective Couloir, entrée, escaliers minimalistes par Makers Embassy Minimaliste
Makers Embassy

Casa XXS – perspective

Makers Embassy

Époxi. Já conhecia este nome? O piso da imagem tem um acabamento em époxi, o famigerado porcelanato líquido, que está em altas. A resina époxi tem uma excelente resistência mecânica e pode ser personalizada. Neste corredor, o piso exibe uma cor neutra, mas a verdade é que se pode explorar uma alargada paleta cromática. Os pisos em époxi possuem uma alta performance e são, por isso, muito usados em espaços comerciais e industriais, onde se evidenciam pela superfície suave, impermeável e lisa que dura muitos anos, mesmo estando sujeita às agressões diárias. Para aplicar este acabamento, é preciso que a superfície esteja bem limpa e seja levemente porosa. Quaisquer danos devem ser reparados antes da aplicação de époxi. Teste, primeiro, o seu chão e peça uma opinião na loja onde comprar a resina.

Mais sobre o assunto: 
- Époxi: a tinta resina que deve conhecer!

7. Em madeira cinza claro

Segue as tendências? Se está atento ao que por aí se faz em termos de arquitectura e de design de interiores, então saberá que muitos projectos vão beber inspiração ao estilo nórdico. Os neutros imperam nos espaços decorados neste estilo e os pisos não são excepção, assumindo, não raras as vezes, uma deleitosa tonalidade cinza claro tal como a do piso da imagem. Para um espaço que se quer luminoso, fresco e jovial, esta é uma óptima escolha.

- Um designer de interiores sabê-lo-á aconselhar sobre o melhor tipo de piso para o corredor… e para a casa!

Maison de Village Maisons modernes par Lautrefabrique Moderne

Besoin d’aide pour votre projet de maison ?
Contactez-nous !

Trouvez l’inspiration pour votre maison !